top of page
  • Foto do escritorDr.ª Sílvia Rocha

Autocuidado em tempos desafiadores

O período de distanciamento social, a suspensão das aulas presenciais e o planejamento das atividades não presenciais trouxeram aos docentes novos desafios. O uso de ferramentas digitais nem sempre familiarizadas, o trabalho Home Office, as dúvidas e incerteza trazidas pelo contexto de crise e pandemia causam em muitas pessoas estresse e desassossego. E como todo momento de crise é também momento de aprendizagem e transformação, a decisão pelo autocuidado pode ser o primeiro passo para o desenvolvimento pessoal, profissional e autoconhecimento. Pensando nisso, compartilho algumas situações onde podemos criar e nutrir o autocuidado:


1 - Olhar com cuidado para nosso corpo - Cuidar do corpo é um ato de amor próprio, de autopreservação e resistência. E tempos de distanciamento social temos sentido a falta de várias coisas que estavam na nossa rotina, assim como temos sentido falta dos abraços, dos apertos de mãos, dos encontros e das celebrações. Os desafios são diários e minimizá-los é fundamental, mas, demanda energia. E precisamos olhar para esse corpo e perceber que o corpo "fala".


2- Rituais de autocuidado – Não há receitas prontas de como devemos nos cuidar. E algumas vezes imaginamos que ter rituais de autocuidado demanda tempo. O tempo depende da organização da sua rotina. Se o seu tempo está curto, mas você é uma pessoa que se observa e está atenta as sensações de conforto ou desconforto saberá quais são suas necessidades. Pode ser uma massagem, um chá quente ou a atenção que você coloca quando passa um hidratante no corpo. Pode ser que queira mudar de casa, de cidade ou romper com pessoas tóxicas e que não compactuam com seus valores.


3- Se não for leve, desista. Cuidar deve ser leve e o autocuidado não pode ser entendido como uma tarefa a mais. Mas, um momento de prazer e relaxamento. Olhe com amor para a sua trajetória. Cada gesto conta, cada detalhe e construa uma rotina de amor para com você mesmo.


4- Invista em você e na sua Educação – Buscar métodos, novas leituras e a busca de aprendizado contínuo é um bom caminho para o autocuidado. O autoconhecimento caminha lado a lado com o autocuidado porque a pessoa que se conhece, sabe o que seu corpo físico, sua mente e seu espírito precisa em cada momento.


5- Tire intervalos para olhar para o horizonte. Se você precisa passar, por exemplo, horas contínuas no computador, celular ou notebook, a cada hora faça uma pausa, tome um café, estenda a roupa no varal ou olhe o horizonte pela janela. Isso descansa sua visão e recarrega nosso cérebro.


6- Desligue o celular - O celular nos últimos tempos tem sido ferramenta de trabalho para muitas pessoas e ficamos muitas horas escrevendo, atendendo pessoas e outras solicitações via celular, Notebook ou computador. Construa acordos entre você e seus alunos/as, clientes ou quaisquer outros serviços prestados para os atendimentos online. Estabeleça horários para atender essas solicitações e, desligue o celular, deixe no modo avião ou silencioso quanto estiver cuidando do seu descanso, de seus relacionamentos e outras prioridades.









68 visualizações0 comentário

Commenti


bottom of page